A história

“É um restaurante que iniciou com meus avós aproximadamente em 1923, depois meu pai foi o único dos filhos que continuou com a mesma atividade, e eu muito jovem continuei e permaneço até hoje, somos o mais antigo restaurante de Taubaté, com a marca FREDONE mais de 45 anos, com tradição de família quase 100 anos.”

Cesar Tobias - Proprietário do Restaurante Fredone

Seus avós chegaram ao Brasil no início do século 19, seu avô do Líbano e sua avó da Síria (ela que tinha uma mão de fada para cozinhar) desembarcaram no porto do Espírito Santo em navios diferentes, se conheceram, se casaram, tiveram sete filhos. Na cidade de Alfredo Chaves seus avós tinham três comércios: bar, minimercado e barbearia. Nos anos de 1923, quando de trem à Aparecida do Norte, ao pararem na estação ferroviária de Taubaté, foram convidados pelos patrícios, que se identificaram por falarem a mesma língua, a conhecer a cidade de Taubaté que na época era a mais importante cidade do Vale do Paraíba. Acabaram escolhendo-a para viver.

Na rua Duque de Caxias, próximo a Catedral, seus avós abriram um restaurante com nome de Convênio, nome este inspirado pelo Convênio do Café do Brasil, que se localizava na Rua Bispo Rodovalho, atual Banco do Brasil.

O preço da exportação do café era decidido em Taubaté, o produto mais importante para o Brasil naquela época.

Seus avós, juntamente com os filhos ainda muito jovens, iniciaram esse tipo de comércio, que até hoje com a graça de Deus continuamos.

A marca "Fredone"

A marca "Fredone" foi inspirada no nome de meu pai, Alfredo, os amigos o chamavam de Alfredo, e alguns mais próximos de "Fredão". Eu por inspiração criei a Marca Fredone, e a logomarca, "um menino que tem na cabeça uma toca branca por saber cozinhar, no colarinho uma gravata borboleta por ser garçom e saber servir, o motivo desse menino usar bigode apesar de ser criança , tem a maturidade de um adulto para servir a clientela".

Cesar Tobias - Proprietário do Restaurante Fredone

img20181202_21191864 - Copia.png